Tuesday, January 08, 2008

lost in translation

estou no olho do furacão. é o que respondo, se me perguntam. é a melhor expressão para definir meu momento. estou concluindo a tradução do vigésimo quarto dos trinta capítulos de um livrão. faltam agora pouco mais de 140 páginas e meu prazo é final de janeiro...(!) depois ainda preciso revisar tudo a partir do décimo primeiro capítulo. taí uma coisa que aprendi ao longo deste extenso trabalho, nunca mais deixar tanta coisa para revisar no final. por um lado, é bom, pois a partir de uma leitura posterior, já com algum distanciamento do texto, eliminam-se mais facilmente aqueles vícios das inúmeras leituras. on the other hand, é trabalhoso pra caramba! em função da necessidade de ganhar dinheiro e mostrar trabalho para a editora, é preciso seguir em frente com o texto, sem empacar muito naqueles trechos cabeludos para os quais a consulta a quatro ou cinco dicionários, mais algumas buscas no gúgo, não tenham resultado em uma solução satisfatória. daí a criatura vai deixando duas ou três soluções para um mesmo trecho, ou apenas grifos, que antes faziam todo o sentido do mundo, mas depois complica bastante na hora de retomar todo aquele contexto. por isso é tão importante, ao menos na minha experiência e para o meu jeito de trabalhar, e sobretudo no caso de um livro assim tão extenso, já na elaboração do glossário de tradução, a elaboração também de uma espécie de código de possibilidades, indicações ou qualquer coisa assim. elaborei uma codificação atrasada e bastante improvisada que até ajuda, mas precisa e pode melhorar. isso, aliás, é uma das coisas que mais me fascinam na tradução. a possibilidade de aprender e inventar sempre, sempre, o tempo todo. uma coisa ou outra. de um jeito ou de outro. 2008, até aqui, segue a vidinha. para compensar, depois, em fevereiro... tem que ter mais que carnaval. será?

boa semana aí!

6 comments:

zealfredo said...

Well, well...pelo menos estás dando notícias. :)
Tomara que pintem outras traduções para ti em 2008!
[]

paulolima said...

Então Joice, repita comigo, como num mantra:

"O samba ainda vai nascer,
O samba ainda não chegou

O samba não vai morrer,
veja o dia ainda não raiou

O samba é o pai do prazer,
o samba é o filho da dor

O grande poder transformador"

beijos, paulolima

joice said...

zealfredo, amém!

mas antes talvez precise de um descanso. já tô até escrevendo eXperiência com S! ou daqui a pouco será com dois Ss... :)

joice said...

tô repetindo, paulo lima. repetindo. repetindo. repetindo. beijo. repetindo..

:P

Cristóvão Feil said...

Menina competente é isso, sempre com muito trabalho.
Que bom!

Besos!

joice said...

pode ser, pode ser, caro camarada Cristóvão Feil. mas precisava uns dias de folga, voltando hoje.. energias recuperadas!
beijo e boa semana.