Monday, May 21, 2007

borboletas no estômago















um começo, paixão antiga, paixão nova, um fim, um papo tudo ou nada, dia de prova, entrevista de emprego, defesa de tese, falar em público, subir num palco, o instante que antecede o beijo, despedidas e chegadas. podem ser também coisas bem mais prosaicas a desencadear esta sensação tão bem ilustrada pela bela expressão que é o ter-se borboletas no estômago. uma música, um cheiro, lembrança, um rosto, carta, cena de filme, um pacote que chegou pelo sedex, um quase sorriso, um talvez, um olhar, uma palavra, meia palavra, um gesto, um som, um silêncio.

a ilustração veio do traveling with the ghost, que conheci via animot.

10 comments:

Carlinhos Medeiros said...

Muito bom "as borboletas no estômago" - seria aquele friozinho que sai da barriga da gente?

Abraços e boa semana.

joice said...

é, carlinho, é aquele friozinho na barriga.
uma boa semana pra ti também, meu amigo.

Paulo Lima said...

E aquele quando a cachaça desce redondinha e sobe direto pro cérebro? Também é?

Paulo

MariaFaia said...

"Borboletas no estômago...". Essa eu não conhecia mas, pensando bem... talvez... Não sei.
Não serão umas formiguinhas?!...

Abraço português

Aaron A. said...

"Borboletas no estômago"

I always ponder their purpose. Are they there to thwart democracy and prevent people from speaking out...or are they some sort of inner conscience or apprehensiveness? Cultural or internal?

joice said...

aaron, it is surely something culturally increased (highly), but i think the feeling itself is related to some sort of fear or the conscience of being in danger (no matter if it is a real danger or an imaginary one) and maybe this part is all about our nature, our need of self-protection.. if this is something good or bad, well, that would be something else to discuss about, an interesting discussion, I am sure. :)

joice said...

opa.. pode ser, paulo. mas aí vem logo acompanhado por aquele calorzinho. e quaisquer medos ou inibições já vão indo por água, digo, por cachaça abaixo.. :)

bem-vindo ao implicante, paulo lima.

joice said...

formigas, Maria?! aí depende do estômago de cada um. no meu caso garanto que são borboletas, tenho certeza. e são azuis! : )
bem-vinda.

Saliel said...

Borboletas no estômago, ou uma atividade peculiar na ínsula e no cortex cingulado anterior ... :)

--saff

joice said...

olha só a ciência iluminando a poética das borboletas estomacais. isso foi quase um poema do augusto dos anjos, saliel. daqueles de ler de dicionário médico aberto.. :)

fiquei pensando que se localizaram tão bem a causa, logo deve ser possível eliminar o efeito.. mas quem quer?